segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Grupos de Samba Municipais


Casa do Samba
Casa do Samba Terreiro das Umburanas

A Casa do Samba Terreiro das Umburanas localizada na comunidade do Poço, em Antônio Cardoso. No local são organizados ensaios, palestras, oficinas de percussão e de cordas, além de oficinas de leitura e desenho. Muito importante para a preservação da identidade da população afro brasileira municipal.
A Casa do Samba une vários grupos de Samba como: Raízes Culturais, Roda Fruto da Raiz, Samba de Tócos, União do Samba. Além de poder apoiar a pratica da capoeira no município.



GRUPOS DE SAMBA MUNICIPAIS:

Samba de Roda Raízes Culturais

Cadastrei o Grupo de Samba de Roda Raízes Culturais no dia 24 de Novembro de 2014 através da informante Raimunda Mascarenhas Lima.
O samba de roda sempre foi uma manifestação cultural cotidiana na comunidade, mas a formação do grupo só ocorreu quando receberam o convite para a Caminhada do Folclore em Feira de Santana, a partir de então sentiram a necessidade de se organizar. Em Agosto de 2004 o grupo foi formado e a responsável por ele é Raimunda Mascarenhas Lima (ou Raimunda do Poço como é conhecida). Já participaram de eventos como Caminhada do Folclore (Feira de Santana), Casa do Samba de Santo Amaro, além de festivais e feiras livres da região.

Samba de Roda Fruto da Raiz

Crianças do grupo Fruto da Raiz
Formado em Janeiro de 2012, o Samba de Roda Fruto da Raiz é um grupo de samba de roda infantil, formado a partir do Grupo de Samba de Roda Raízes Culturais que sempre teve a participação de integrantes mirins. Para que a tradição do samba de roda permanecesse e pelo grande número de crianças envolvidas na música, o grupo foi formado. Já se apresentaram na Casa de Samba Terreiro das Umburanas na própria cidade de Antônio Cardoso, entre outros eventos na cidade. Em 2014 fizeram uma pequena participação no Dia Municipal do Poeta tocando com o músico Bule-bule. Raimunda Mascarenhas Lima (ou Raimunda do Poço como é conhecida) é a responsável pelo grupo.

Raízes do Samba de Tócos


Um dos mentores desse grupo é Paulo de Almeida. Segundo a revista “Mostra Sesc de artes: Aldeia Olhos D´água” (2011, p.14): “o grupo Raízes do Samba de Tócos existe a mais de 30 anos e é composto por vinte e três pessoas entre sambadeiras e tocadores. Em 2002 foi reconhecido como patrimônio histórico da humanidade pelo INFAN e pela UNESCO através da Associação de Sambadores e Sambadeiras de Santo Amaro (ASSEBA) por ser um samba tradicional e ter os seus instrumentos fabricados de forma artesanal, herança essa dos negros quando eram escravos nas senzalas”.


Existe também o União do Samba.


Capoeira praticada no município
















Adaptação de Portal do Sertão
Share on :

0 comentários:

 
© Copyright O JACUÍPE 2016 - Some rights reserved | Powered by Admin.
Template Design by S.S. | Published by Borneo and Theme4all