segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Bacia do Paraguaçu Enfreta Sérios Problemas Ambientais

àgua poluída do rio Jacuípe
 Será que os problemas ambientais da região do Paraguaçu e Jacuipe só vão chamar atenção depois que os rios, a flora (vegetação) e a fauna (animais) se esgotarem?


Caracterização da Barragem de Pedra do Cavalo


Nascente do Rio Paraguaçu: município de Barra da Estiva na Chapada Diamantina
Nascente do Rio Jacuípe: município de Morro do Chapéu
Abrangência da Bacia do Paraguaçu: 86 municípios
Usina Hidrelétrica de Pedra do Cavalo no Rio Paraguaçu
Manancial: rio Paraguaçu
Localização: São Félix 
Ano de Construção: 1982
Tipo: terra enrocamento
Dimensão: 470x142m.
Volume acumulável: 4,5 bilhões de m3
Vazão média captada: 6,8 m3/s
Tipo de adução: recalque
Estação elevatória: quatro conjuntos motor-bomba de 5.000cv.
Adutora I: diâmetro 2.300mm em aço com 12 Km.
Canal a céu aberto: 13 Km
Adutora II com diâmetro 2.000mm em aço com 43 Km
Destino: ETA Principal
Municípios que banha: Antonio Cardoso, ......


No município de Antonio Cardoso, “a vazão de captação das águas da Barragem de Pedra do Cavalo (Rio Paraguaçu) é de 6 litros por segundo (L/s) e sua capacidade nominal de tratamento é de 10,4 L/s, num regime de operação de 24 horas por dia. A produção média diária de água tratada é de 380,16m3 por dia. [...] 
A Secretaria Municipal de Saúde é responsável por exercer a vigilância da qualidade da água no seu município. 
[...]
A água que abastece sua localidade provém da bacia Rio Paraguaçu, cuja nascente situa-se no município de Barra da Estiva. O rio, que tem como principal afluente o rio Jacuípe, sofreu perdas significativas de proteção de matas ciliares (clique aqui) e há, em suas margens, atividades de garimpo. Existe projeto de recuperação das matas ciliares nas suas nascentes e proibição do garimpo. Em sua bacia, existem olarias e culturas agropecuárias com utilização de defensivos agrícolas, o que representa um risco de contaminação de suas águas.” 

peixe Tucunaré
As frequentes queimadas na Chapada Diamantina (nascentes dos rios Paraguaçu e Jacuípe) e a devastação da natureza são preocupantes. Além disso, existe a poluição industrial e os esgotos domésticos das cidades vizinhas, principalmente, alguns bairros de Feira de Santana como Feira X, Rua Nova, BarroquinhaBaraúnas, Queimadinha e outros.

Em 1997 foi criada a Área de Proteção Ambiental de Pedra do Cavalo – APA. Suas ações são insuficientes. Existe também o Comitê da Bacia do Paraguaçu e o Comitê do rio Jacuípe. O município de Antonio Cardoso deveria ter assento nos dois comitês por ser banhado por esses rios. 

Vários movimentos ecológicos da cidade de Feira de Santana vem chamando a atenção para os problemas como o Movimento Água é Vida, SOS Paraguaçu, Associação dos Produtores Rurais e Pescadores de Ipuaçu, EcoFeira e a Associação Ecológica Buriti.

O município de Antonio Cardoso é banhado por três grandes rios  em volume de água, são eles: Paraguaçu, Jacuipe e Curumatai, e seus moradores não tem nenhuma organização ambiental. Pior ainda a atuação dos órgãos municipais sobre o meio ambiente.



Adaptação: 

Sistema Integrado de Produção de Água da região Metropolitana de Salvador, Certificado pela ISO 9001:2000

Relatório Anual para informação ao Consumidor: sistema integrado de abastecimento do município de Antonio Cardoso, Embasa, Secretaria de Desenvolvimento Urbano, BAHIA.    


Leia mais clique aqui

24 . 08. 2010

Share on :

2 comentários:

Anônimo disse...

Vamos refletir... Pois o assunto é sério... :/

Anônimo disse...

Nem digo nada!Muitos só sentem a falta depois que acabar tudo da natureza.

 
© Copyright O JACUÍPE 2016 - Some rights reserved | Powered by Admin.
Template Design by S.S. | Published by Borneo and Theme4all